Por que Portugal?

Para além da facilidade da língua, país é o mais próximo ao Brasil e oferece belezas naturais e históricas para seus visitantes

Europa é o principal destino de cruzeiros – marítimos ou fluviais – do mundo. E, com a proximidade do verão no hemisfério norte, aparecem inúmeras possibilidades de roteiros e estilos de viagem, para agradar viajantes de todos os estilos. Nesse contexto, Portugal entra como uma excelente opção por proporcionar um turismo de lindas paisagens, excelente gastronomia e riquíssima história. Já pensou em incluir Portugal no seus cruzeiros pela Europa?

O mar é uma via natural para chegar a Portugal e, por isso mesmo, é um bom ponto de partida para conhecer, por meio de cruzeiros, esse país de navegadores. É o país europeu mais próximo do Brasil e pode ser considerada uma porta de entrada para o continente, com voos diretos saindo de dez capitais do Brasil para a capital Lisboa ou a cidade do Porto, no norte do país. Além disso, o fato de falarmos a mesma língua (com algumas variações, é verdade) é uma facilidade que atrai muitos brasileiros para o país.

Seja pelo Oceano Atlântico, a oeste; por vias de acesso ao Mar Mediterrâneo, ao sul do país; ou ainda em viagens que incluam os arquipélagos da Madeira e dos Açores, Portugal recebe um número gigante de cruzeiros de diferentes portes e estilos. As cidades do Porto, Lisboa e Portimão possuem imponentes estruturas portuárias para receber turistas – e, na parte insular, é possível também ancorar em Funchal (Ilha da Madeira) ou Ponta Delgada, no Arquipélago dos Açores.

Chegando a Portugal pelo norte: Porto

O imponente Porto de Leixões, ao norte da costa portuguesa, integra a linha de frente da navegação no Atlântico, fazendo a ligação ao Mediterrâneo e ao Norte da Europa. Acompanhando a tendência regional de cruzeiros de curta duração, serve como ponto de parada em viagens que incluem outros portos portugueses e estrangeiros na zona atlântica.

O terminal portuário fica distante 5 quilômetros do aeroporto internacional (que recebe voos do Brasil) e 3 quilômetros do centro da cidade do Porto, principal destino turístico do norte de Portugal. Situada na foz do Rio Douro, também recebe muitos cruzeiros fluviais, comuns na Europa. Porto é uma cidade histórica, tombada como Patrimônio Mundial da UNESCO. Foi nessa região que os primeiros reis portugueses se estabeleceram e iniciaram a reconquista do território para o sul do país.

Com atmosfera cosmopolita, Porto é um lugar onde monumentos antigos e edifícios contemporâneos se misturam. A ligação com o mar e o rio – e suas pontes históricas que ligam as duas margens – proporcionam passeios inesquecíveis aos visitantes. Recomenda-se usar uber ou táxi (a opção local é no aplicativo Bolt, mas você precisará de um número português para ativar a conta) para se movimentar pela região, uma vez que o porto não está próximo às principais atrações turísticas. Veja, também, a programação de excursões do seu navio, sempre pode ser uma boa opção para seu passeio.

Distante 15 quilômetros do terminal de cruzeiros, está o centro histórico do Porto, tombado como Patrimônio Histórico da UNESCO. É possível fazer uma viagem medieval ao percorrer a região (a pé, de trem elétrico, carro ou até tuk tuk), passando pela Catedral ou pela Torre dos Clérigos. Vale a pena descer até ao cais e experimentar a sensação de passear em um dos famosos barcos rabelos que percorrem o rio Douro e admirar as seis pontes da cidade.

Casa do Infante, a igreja Monumento de São Francisco de Assis, o Palácio da Bolsa, a região ribeirinha e as bem preservadas ruas da Ribeira e de Miragaia são também excelentes lugares para conhecer. Para complementar a visita, vá até a moderna Casa da Música e o Museu de Arte Contemporânea de Serralves – para além do interesse na programação cultural, são dois ícones da arquitetura contemporânea em Portugal. Para fazer compras, visite a Avenida dos Aliados, a Rua de Santa Catarina e a Boavista.

Se o tempo for muito curto ou você não estiver com vontade de percorrer grandes distâncias, uma outra opção é passear pela região de Matosinhos, onde está Terminal de Cruzeiros. É uma zona conhecida por suas praias, com excelentes restaurantes de peixe e marisco e onde é possível visitar atrações como o Mercado Municipal de Matosinhos, a escultura Anémona “She Changes” ou a Piscina das Marés.

Aproveite para conferir a gastronomia rica em frutos do mar nos restaurantes e bistrôs que se espalham por toda a zona histórica. E, se o tempo de visita permitir, a uma ou duas horas de distância da cidade, pode-se visitar o Vale Douro, região vitivinícola que produz o mundialmente famoso Vinho do Porto.

Lisboa: a encantadora capital de Portugal

Com localização privilegiada, o Porto de Lisboa é quase parada obrigatória de cruzeiros em percursos transatlânticos por Portugal. O Terminal de Cruzeiros está na zona mais turística da cidade, no Rio Tejo, que corta a cidade, e conta com uma infraestrutura moderna e adequada às exigências dos visitantes. São dois terminais para receber grandes embarcações – além de outros dois para navios menores e de carga, distante apenas 20 minutos do centro histórico – e a 11 quilômetros de distância do aeroporto internacional.

Importante ressaltar que Lisboa, além de possuir um clima ameno e que permite a visitação o ano inteiro, tem uma grande oferta turística e hoteleira, ligações aéreas com os principais destinos europeus e americanos e está localizada no cruzamento das principais rotas – Mediterrâneo, Báltico, transatlântico, Atlântico. Tudo isso faz da capital de Portugal um destino de cruzeiros por excelência. 

Cosmopolita, antiga e ao mesmo tempo contemporânea, Lisboa é conhecida pela sua luz única e as paisagens que tem, como fundo, o charmoso Rio Tejo. Oferece muitos pontos de interesse aos seus visitantes, desde a vasta oferta cultural aos monumentos Patrimônio Mundial e a uma grande variedade de lojas e restaurantes.

Ao desembarcar na cidade, deixe-se perder pelas avenidas largas de prédios antigos nos arredores do terminal de cruzeiros. O Terreiro do Paço, também conhecido como Praça do Comércio, está muito próximo e, com o Arco da Rua Augusta ao fundo, figura como um dos principais cartões postais lisboeta. No mesmo quarteirão, aproveite para visitar a Igreja da Sé de Lisboa

Essa é, também, a região perfeita para fazer compras de presentes e souvenirs de viagem. Confira a famosa Pink Street, com sua cobertura feita de guarda-chuvas coloridos, e aproveite o Time Out Market Lisboa para fazer uma refeição em suas mesas gigantes e compartilhadas.

Se preferir um clima mais intimista, aproveite para escutar um fado (ritmo tradicional e patrimônio de Portugal) e desfrutar da gastronomia baseada em frutos do mar nos bairros históricos de Alfama Mouraria, que estão a poucos metros de distância. Tome um bonde e suba até o Castelo de São Jorge, na mesma região, para ter uma visão panorâmica de Lisboa.

Um pouco mais distante, a aproximadamente 20 minutos de carro, está o bairro de Belém, com a icônica Torre de Belém e o Mosteiro Jerónimos, que valem muito a pena a visita. Uma vez nessa região, aproveite para provar os famosos pastéis de nata, uma iguaria típica de Portugal. 

Se seu cruzeiro começa ou termina em Lisboa, considere para esticar sua estadia no país para conhecer as cidades que circulam a capital. A apenas oito minutos de balsa, do outro lado do Rio Tejo, está Almada, com suas ruas tranquilas e repletas de boa gastronomia. Também muito próximos da capital, vale a pena conhecer a costa do EstorilCascais Sintra. Um pouco mais longe (a poucas horas), ao norte, confira os encantos de ÓbidosFátima e os monumentos que são Patrimônio Mundial de AlcobaçaBatalha Tomar. Ao sul, as cidades de Setúbal Évora são excelentes pedidas, além das praias famosas de Sesimbra.

Portimão, o porto ao sul de Portugal

O extremo sul do país, na região ao Algarve, reserva praias incríveis e paisagens de deixar qualquer viajante deslumbrado. O porto de Portimão fica em linha com as rotas do Estreito de Gibraltar, que dão acesso ao Mar Mediterrâneo; com as ilhas do Atlântico Norte e com os percursos transatlânticos – a uma noite de distância de Lisboa, em navegação, é habitual ser o primeiro ou o último ponto de embarque de uma grande parte dos cruzeiros que passam em Portugal.

VÍDEO PROMOCIONAL DA REGIÃO DO ALGARVE

Portimão é uma das cidades mais importantes da costa sul do país e o terminal de cruzeiros fica muito próximo do centro da cidade com praias, boa oferta hoteleira e restaurantes de frutos do mar. Toda a região do Algarve é repleta de praias diferentes, com formações rochosas ou longas extensões de areia – no entanto, o trânsito entre elas não é tão fácil.

A recomendação, aqui, é fazer uma excursão de barco (consulte se o seu navio oferece, ou busque nos arredores do terminal) para visitar os principais pontos, ou contratar um serviço de carro para fazer um roteiro personalizado. Não deixe de visitar a Praia da Rocha, uma das mais famosas da região.

Outros portos em Portugal

Ainda que distantes do continente, Portugal ainda oferece outros dois portos para cruzeiros na sua costa. Ponta Delgada, no Arquipélago dos Açores; e Funchal, na Ilha da Madeira.

Vila Franca do CampoVILA FRANCA DO CAMPO, PRÓXIMO À ILHA DE SÃO MIGUEL, NOS AÇORES | FONTE: TURISMO DOS AÇORES

Ponta Delgada: a maior cidade dos Açores e fica na Ilha de São Miguel, uma das nove ilhas de origem vulcânica que integram o arquipélago. Descoberto pelos navegadores portugueses no século 15, o arquipélago destaca-se pela sua beleza natural e pela preservação das tradições e costumes locais. Em geral, os cruzeiros passam pelas ilhas de São Miguel, Terceira e Faial e existe uma boa oferta de excursões em terra e nas ilhas mais próximas. São locais privilegiados para as atividades ao ar livre, em particular para mergulho, observação de cetáceos, passeios a pé e observação de aves.

Praia Ribeirinha em FunchalPRAIA RIBEIRINHA EM FUNCHAL | FONTE: VISIT FUNCHAL

Funchal: a ilha da Madeira é parada comum de grande parte dos cruzeiros que atravessam o Atlântico. O terminal, na cidade do Funchal, fica a 10 minutos a pé do centro, o que facilita muito a visita. O arquipélago é composto pelas ilhas da Madeira e do Porto Santo, reconhecidas pela sua beleza natural. Dois terços do território são áreas protegidas e integram a maior floresta Laurissilva (um tipo de floresta com características subtropicais e úmidas) do mundo, classificada como Patrimônio Mundial. Por isso, seus principais atrativos envolvem atividades ligadas à natureza como trilhas, mergulho e observação de cetáceos.

Redação